As Montanhas Italianas fazem parte da minha vida

há alguns anos.

 

Minha primeira escola de esqui fiz em 2007 nas pistas próxima a cidade de Cortina d’Ampezzo e dalí entraram varias outras localidades para a minha lista como Madona di Campiglio; San Martino di Castrozza; Folgarida; Trentino; Passo del Tonale; Monte Bianco; Campo Felice; Belluno; Folgaria… na época namorava meu atual marido que é experto no assunto.

Com certeza ter a influência ativa e incentivadora de quem desde muito cedo esquiou foi decisivo para transformar as montanhas em um lugar da admirar.

 

 

 

Para nós residentes da Italia, desde as férias natalícia ao período da Páscoa existem ótimos feriados, uma perfeita desculpa para a semana nas montanhas italianas. Esse fenômeno chamamos settimana bianca (semana branca), onde permanecemos 7 dias praticando esportes invernais na neve.

 

É maravilhoso alojar no resort circundados pela neve com todo conforto incluso como o spa, piscina aquecida, as refeições no hotel e refugio, academia, passeios , área baby, bus para o percurso pista/hotel se necessário, skipass  .

Enfim para os mimos não tem limites, como também os valores dos pacotes luxury que podem chegar a vários zeros por pessoa facilmente

Esse ano já fizemos a nossa primeira férias nas Montanhas Italianas, dessa vez escolhemos Val Pusteria e foi a estreia dos nossos filhos Noah 6 e Khloe 4 anos na escola de esqui de Plan de Coronas, eu fiquei super emocionada em ver essa tradição sendo passada do pai aos filhos.

 

 

Mas também vi meu marido comentar das despesas diárias que uma família com 4 pessoa deve investir para a jornada de esqui nas montanhas italianas, com certeza quanto mais dias você incluir no seu roteiro mais conveniente ficará o passeio.

Lógico tem quem fala: não vamos lá e damos uma voltinha, descemos de bunda a neve. Sinceramente aconselho você procurar economizar em outros aspectos do seu roteiro e fazer no mínimo três dias na região escolhida.

Essa sua escolha irá permitir entender porquê é famosa essa usança e viver por inteiro a delicia que é almoçar num restaurante com vista para o infinito, se capaz de esquiar fazer paradas nos refúgios mais inusitados e animados no meio das pistas ou nas pistas de colegamento para um drink a 2500 mt. de altitude.

Sem falar que no final do dia, as pistas fecham as 16:00 horas e vocês podem ir aproveitar a zona relax do hotel e aquecer o corpo nas aguas quentes da piscina se externa e panorâmica melhor ainda.

Daí pra encerrar uma jantinha no restaurante ou chalé com pratos típicos  austríacos inseridos  na preparação local. Eu geralmente durmo cedo nas montanhas porque as 06:30 no máximo sou acordada pelo querido maridão.

Sim, ele abre as pistas, foi sempre assim!!!! Então se me encontrar no café da manhã estarei de cara ruim… mas as 10:00 já passou kkkkkkkkkkkkkkk

 

Casamento Lago di Braies

 

São anos nessa habitude invernal e achei legal compartilhar minha experiência, até esqueci do trabalho e textão.

 

Então se o seu objetivo é um Casamento nas Montanhas Italianas saiba que as opções de lugares são únicas e de tirar o fôlego sem falar que todas as metas são determinadas por características diferentes.

 

Nem preciso falar de estarem atentos ao planejamento realizado por quem nunca colocou os pés no lugar. Cada pequena escolha errada pode desestruturar e elevar de muito o seu orçamento como falei não é um lugar econômico mas com pequenos ajustes e conhecimentos se transforma possível.

Estou organizando mais um Mini Casamento na Dolomiti e depois te mostro o espetacular Dia acontecendo e cada detalhe coordenado por mim.

 

Casamento nas Montanhas Italianas

 

Precisando de companhia profissional para sua aventura romântica nas alturas é só chamar!

Kely Oliver

Wedding Planner

Comentários